A rinoplastia, também conhecida como cirurgia no nariz, não é uma decisão a tomar de ânimo leve. E com razão. A rinoplastia é uma operação que para além de requerer anestesia geral, altera a sua aparência para sempre. Se pretende realizar uma rinoplastia, é importante que dedique algum tempo a descobrir tudo, desde a consulta até à recuperação.

Rinoplastia – O que é?

O nome parece complicado mas, na verdade, muita gente sabe bem do que estamos a falar. Não fosse em 2018, segundo o Plastic Surgery Statistics Report, a terceira cirurgia cosmética mais popular. A rinoplastia é uma cirurgia que corrige a morfologia do nariz: reduzindo-o, removendo a curvatura ou modificando a ponta.
A rinoplastia também pode melhorar a função respiratória, tratando defeitos congénitos, adquiridos ou pós-traumáticos. O objetivo da cirurgia ao nariz é corrigir os defeitos, obtendo um resultado mais “natural” possível. Para atingir este objetivo, o nariz é visto como parte do rosto e nunca individualmente. 

O pré-operatório da rinoplastia

Como em qualquer procedimento cirúrgico, a preparação é útil tanto para uma cirurgia bem sucedida como para a recuperação. Ajudando assim a reduzir sintomas como inchaço, sangramento e hematomas.

O primeiro passo é consultar um especialista de forma a que este examine convenientemente o seu nariz. Além de exames laboratoriais, é feita uma observação interna e externa para determinar que tipo de alterações podem ser feitas. Durante o pré-operatório da rinoplastia deve evitar analgésicos como ipobrufeno ou aspirina. Estes medicamentos retardam o processo de coagulação do sangue e podem provocar sangramentos. Aos fumadores, recomenda-se a suspensão do consumo de tabaco pelo menos 6 semanas antes da cirurgia

A cirurgia no nariz

A rinoplastia faz-se, geralmente, sob efeito de anestesia geral ou sedação intravenosa e anestesia local. É feito um corte entre ou dentro das narinas, separando a pela da cartilagem. É assim que se inicia o reshaping do nariz. Caso seja necessária cartilagem adicional, esta é retirada da orelha, do próprio nariz ou através de um enxerto de costela. O procedimento geralmente leva entre 1 a 2 horas. Mas se a cirurgia for complexa, pode demorar mais tempo.

O que fazer durante a recuperação da rinoplastia?

O pós-operatório desta cirurgia requer, no mínimo, duas semana de repouso. Durante esse período recomenda-se a aplicação de gelo e um regime de limpeza nasal rigoroso. Respirar pelo nariz pode ser difícil devido às talas colocadas dentro do nariz para manter o septo recto. O inchaço atinge o pico ao terceiro dia por isso é essencial usar o gesso protetor para o reduzir. Os efeitos secundários passam por equimoses sob os olhos, dores de cabeça ou inchaço geral. Recomendações como evitar exercício físico e esforços, assoar-se e mastigar com intensidade ou usar óculos devem ser seguidas escrupulosamente. Segundo o ISAPS, deve evitar-se qualquer atividade que possa traumatizar o nariz ou a exposição ao sol. Durante pelo menos 8 semanas, a utilização de um filtro solar que proteja das radiações UVA e UVB é crucial. Desta forma, evita-se uma possível descoloração em torno do nariz.

Quanto tempo para ver o resultado da rinoplastia?


Embora a rinoplastia seja um procedimento relativamente seguro e fácil, os resultados finais podem demorar um pouco. A ponta do nariz é especialmente sensível e pode permanecer dormente e inchada durante alguns meses. Quanto ao resultado final, pode demorar até um ano para conseguir apreciar o resultado final da cirurgia no nariz. Existem limites para a alteração da morfologia do nariz. O resultado final dependerá sempre do tamanho do nariz, da condição da pele e da idade. Caso o resultado não seja o esperado, poderá ter que proceder a uma rinoplastia secundária. A rinoplastia secundária serve para corrigir os resultados de anteriores cirurgias onde os pacientes não obtiveram os resultados desejados. Molda factores como o tamanho, largura, perfil, ponta e assimetria nasal. Para além disso, ajuda a corrigir problemas de respiração, como resultado da falha estrutural no nariz.

Por este motivo é crucial a comunicação com o especialista. Deve falar abertamente sobre o que pretende, o que é possível fazer e os riscos que possam estar associados à cirurgia.